Acadêmicos protestam em defesa da Unioeste

Catve | 04/10/2018 10:40

Acadêmicos da Unioeste (Universidade Estadual do Oeste do Paraná) protestam em defesa da Instituição em frente à Igreja Matriz, no Centro de Cascavel, na manhã de quinta-feira (4). 

Para os alunos da maior universidade pública do Oeste do Paraná, que é dividida em cinco campi mais o Hospital Universitário, a falta de custeio prejudica o ensino e alguns programas precisam ser encerrados. "O custeio diminui a cada ano e chegou a um ponto que não tem mais como aturar, chegamos ao ponto até de ter que cancelar a coleta de lixo hospitalar, por exemplo".

Yuri Steffan, um dos membros do DCE (Diretório Central dos Estudantes) destaca que os problemas encontrados são devidos aos cortes de gastos de verbas do estado. "Cortes absurdos de repasses de verbas do estado para a Instituição. Os estagiários estão com salários atrasados. A clínica de Odontologia está sem materiais para realizar atendimento. O lixo do Hospital Universitário não é recolhido por falta de dinheiro, enfim são vários problemas", esclarece o acadêmico de Ciências Contábeis. 

O Hospital Universitário atende pacientes de pelo menos 35 municípios ao entorno de Cascavel, que juntas somam mais de dois milhões de habitantes e também passa por dificuldades. 

Além dos alunos, participaram também da manifestação professores e servidores para chamar a atenção e mostrar a real situação e apresentar a população tudo que é de benéfico desenvolvido pela Universidade. 

Panfletos com informações sobre a estrutura e importância da Instituição foram entregue a população que transitava pelo calçadão da Avenida Brasil. 

ENQUETE

Sem enquetes no momento

Desenvolvido por DocStart