Greve dos caminhoneiros - Transportadoras de Cascavel e Toledo são multadas em R$ 9,4 milhões

Catve | 23/06/2018 09:14

No Brasil, pelo menos 159 empresas foram multadas e aqui na região não foi diferente. 

Uma empresa de Toledo foi multada e outra de Cascavel também com o valor de R$ 9,4 milhões. 

A multa foi aplicada pela Advocacia Geral da União referente ao descumprimento de decisão judicial que determinou a desobstrução de rodovias federais durante a paralização dos caminhoneiros. 

O Sintropar (Sindicato Das Empresas De Transportes) acredita que faltou bom senso do governo.

Segundo o Sintropar a situação causa uma instabilidade financeira e se cada empresa realmente tiver que pagar esse valor, certamente fecharão as portas. 

O que mais chama a atenção é que esses empresários não foram intimados. O empresário de Cascavel, por exemplo, só ficou sabendo que a empresa dele havia sido multada, porque uma parente que mora em São Paulo, viu o nome da empresa em uma lista. Agora as entidades irão recorrer.

Outra discussão que foi levantada depois da paralização é a tabela com os preços fixos de frete. Segundo o Sindicam (Sindicato dos Caminhoneiros Autônomos de Cascavel) alguns caminhoneiros estão tendo dificuldades para conseguir frete, pois empresários querem pagar apenas valores de referência.

A tabela é uma medida provisória, mas o sindicato ressalta que ela veio para ficar, e que é preciso entender melhor este processo. 

ENQUETE

Sem enquetes no momento

Desenvolvido por DocStart