Resultado do vestibular da UEM só será divulgado se servidores receberem salário

Catve | 27/01/2018 05:04

Servidores da Universidade Estadual de Maringá (UEM) decidiram condicionar a divulgação da lista dos aprovados do Vestibular de Verão e do Vestibular EAD - que seria publicada na próxima terça (30) - ao pagamento do salário do mês de janeiro. A decisão foi tomada nesta sexta-feira (26) em assembleia convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino de Maringá (Sinteemar).

A medida foi tomada depois de o Governo do Paraná anunciar que os servidores poderão ficar sem receber o salário deste mês porque a UEM não quer aderir ao RH-Paraná Meta4, novo sistema que processa o pagamento dos servidores. A instituição é contra o sistema pois alega que tira sua autonomia.

Nessa quinta-feira (25), o reitor da UEM, Mauro Baesso, alegou que a instituição prestou todas informações necessárias para a composição da folha e, dessa forma, o governo não pode deixar de efetuar o pagamento.

A assembleia também decidiu que, caso o pagamento não seja efetuado no próximo dia 31, outras medidas poderão ser tomadas e não se descarta a realização de uma greve. Os servidores também concordaram em entrar com uma ação judicial de urgência contra o Governo do Estado para garantir o pagamento dos salários na data correta.

A UEM foi contatada e disse que ainda não tem uma posição oficial em relação ao assunto.

ENQUETE

Sem enquetes no momento

Desenvolvido por DocStart