Cascavel é a cidade com maior número de imigrantes haitianos do Paraná

Catve | 31/08/2017 12:46

Paula e Patrick são haitianos, mas o filho deles é um brasileiros. O sorridente Patrick Junior tem quatro meses e nasceu em terra cascavelense. O pai saiu do Haiti há cinco anos, voltou em férias para lá a cerca de dois anos, casou com Paula que seguiu o rumo do marido.

A família reflete uma realidade local, o crescimento do número de imigrantes e principalmente de haitianos em Cascavel. A Polícia Federal que realiza os registros dos estrangeiros já percebeu que os primeiros haitianos que chegaram aqui há alguns anos estão trazendo os familiares e com isso, Cascavel é destaque.

A diferença realmente é grande. O número de haitianos registrados em Cascavel é de 2.228 enquanto o de paraguaios é 527 e argentinos 86 imigrantes. A comunidade de haitianos está concentrada principalmente na região Oeste de Cascavel. 565 estão no Bairro Alto Alegre, enquanto 413 estão no Coqueiral e todos querendo deixar um passado de dificuldades para trás.

Rafael é imigrante também, mas veio de mais perto da Venezuela. Ele está em Cascavel há sete meses e desenvolve a mesma função que fazia lá, porém o ganho no país de origem já era não mais suficiente em meia a crise política e econômica.

Há sete venezuelano registrados em Cascavel, a Polícia Federal acredita que a maioria dos imigrantes está registrada e vem em duas situações.

Paula está empregada, já Patrick está há quatro meses sem trabalho, mas mesmo com os obstáculos eles esperam que o refúgio se torne um lar permanente.

ENQUETE

Aborto em caso de Microcefalia: Você Faria?

Desenvolvido por DocStart