STJD pede exclusão do Internacional do Brasileirão Série B

Portal Rondon | 31/05/2017 14:00

O STJD concluiu o relatório e decidiu que o Internacional deve ser excluído do Campeonato Brasileiro.

O motivo é a denúncia sobre a escalação irregular do zagueiro Victor Ramos, do Vitória, no último Brasileiro. O Tribunal concluiu que a equipe gaúcha se valeu de e-mails adulterados como tentativa de prova.

O time gaúcho foi rebaixado no ano passado. Mas alegava que o Vitória entrou em campo com o jogador Victor Ramos de forma irregular, depois de não o registrar como uma transferência internacional. O fato jamais foi confirmado.

O Internacional foi até à Corte Arbitral do Esportes, o CAS, na tentativa de reverter o resultado do descenso. No entanto, acabou não obtendo êxito.

Leia abaixo a nota oficial do STJD

O Auditor Mauro Marcelo de Lima e Silva concluiu na manhã desta quarta, dia 31 de maio, o inquérito sobre a falsificação de e-mails juntados pelo Internacional em dois processos no Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol. De acordo com o relator, o Internacional não foi o responsável pela falsificação, mas fez uso dos documentos adulterados. Em sua conclusão, Mauro Marcelo opina pela denúncia do Internacional, do ex-presidente Vitório Piffero, ex-diretor jurídico Giovani Gazen, dos advogados do clube Felipe Baumann, Daniel Cravo, Rogério Pastl e Diego do Canto e do ex-gerente de Futebol do Vitória, Anderson Barros. Com a conclusão, o relatório será encaminhado para a Procuradoria da Justiça Desportiva.

No dia 7 de dezembro de 2016 o Internacional entrou no STJD do Futebol como terceiro interessado no caso Victor Ramos e reiterou a denúncia contra o Vitória por suposta escalação irregular do jogador. O clube gaúcho juntou como provas novas cópias de seis e-mails trocados entre a Diretoria de Registro e Transferência da CBF e o Vitória em conversa privada onde se discutia acerca da transferência do jogador (nacional ou internacional). Ciente da documentação, a CBF oficiou o STJD informando sobre a adulteração dos correios eletrônicos e com pedido de apuração da falsificação. Diante dos fatos foi aberta uma Notícia de Infração que resultou na instauração do presente inquérito 012/2017.

ENQUETE

Aborto em caso de Microcefalia: Você Faria?

Desenvolvido por DocStart