Presos em Mercedes foram detidos pela PF durante "Operação Travessia", em combate ao tráfico

Polícia Federal | 29/11/2016 12:48

A Polícia Federal deflagrou hoje (29/11) a Operação Travessia, para desarticular organização criminosa envolvida com tráfico internacional de drogas, no Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina. 

Cerca de 180 policiais federais cumprem 42 mandados de prisão preventiva – desses 11 já se encontram presos –, 31 mandados de busca e apreensão e dois mandados de condução coercitiva, em 14 cidades. Destas, duas pessoas foram presas em Mercedes, sendo um gerente de uma loja e uma mulher que vinha de Guaíra e foi abordada na rodoviária. 

Investigações apontaram que a cidade de Guaíra, no Paraná, servia de porta de entrada para o ingresso da droga no Brasil e, dali, a distribuição era realizada principalmente para as cidades dos estados do PR, SP e SC. A droga vinha do Paraguai. 

Durante as investigações foram presas em flagrante 35 pessoas, entre as quais um advogado e servidores públicos. Também foram apreendidas grandes quantidades de maconha, cocaína e crack. O principal investigado lavava os recursos provenientes do tráfico por meio de uma loja e um haras no interior do Paraná. 

O nome da operação faz referência ao Lago de Itaipu, onde as a droga faz a travessia do Paraguai e adentra ao Brasil. 

Na operação também foram apreendido vário veículos, entre eles uma BMW, além de armas.

Os presos e apreensões foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Federal de Guaíra.

ENQUETE

Qual sua expectativa com o governo do presidente Jair Bolsonaro?

Desenvolvido por DocStart